| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Família Doria
Desde: 01/05/2001      Publicadas: 10      Atualização: 21/04/2002

Capa |  "Causos"  |  É parente?  |  Nossa história  |  Origem


 Nossa história
  05/05/2001
  0 comentário(s)


O Padre Antonio Vieira é antepassado!
Veja como o Padre Antonio Vieira é antepassado da maior parte dos Dorias baianos (e de quebra, descubra-se primo de Chico Buarque de Holanda :)
O padre Antonio Vieira (Lisboa, 6 de Fevereiro de 1608 — Salvador, 18 de Julho de 1697) foi a mais importante personalidade luso-brasileira do século XVII: sacerdote católico, perseguido pela Inquisição devido à sua defesa dos judeus; diplomata e conselheiro de D. João IV; grande orador sacro e maior escritor.

Descendem os Costas Dorias do Recôncavo baiano de D. Inácia de Azevedo, irmã de Vieira, casada com Fernão Vaz da Costa Doria. Eis a linha, até D. Teresa Mariana (ou Sebastiana), mulher de Manuel Joaquim da Costa Doria:

1. D. INÁCIA DE AZEVEDO.
Casou com Fernão Vaz da Costa Doria, senhor de engenhos em Itaparica e na ilha dos Frades, filho de Francisco Vaz da Costa Doria e de sua mulher e prima D. Clemência Doria, a moça, filha esta de Braz da Silva de Meneses, da família dos alcaides-mores de Alegrete, e de sua mulher D.Clemência Doria, terceira do nome. Casaram em 1648. (Francisco Vaz da Costa Doria era filho de Francisco de Abreu da Costa, algarvio, e de Francisca de Sá Doria, filha esta de Fernão Vaz da Costa e de Clemenza Doria, a ancestral dos Dorias da Bahia.) Pais de:

2. FRANCISCO DE ABREU DA COSTA DORIA.
Sargento-mor, vivia em Itaparica. C.c. D.Ana de Menezes e Castro, descendente dos Meneses condes de Vila Real e de ilustres judeus sefarditas, os Dias Ribeira, Castro do Rio, Ximenes de Aragão, Lopes Franco. Francisco teria assassinado a mulher, e sido condenado à morte e decapitado em efígie. Suicidou-se na prisão em 1699. Pais de:

3. D. INÁCIA DE MENEZES.
Ý1737. C.c. seu concunhado Antonio Carneiro da Rocha, n.c. 1658, viveu em Coimbra (1678-1687), canonista. Pais de:

4. LUIZ CARNEIRO DE MENEZES.
C.c. D. Angela de Menezes, Ý1749, filha do dr. João Álvares de Vasconcellos, descendente do Caramuru, de S. Luiz e de S. Fernando; de Bartolomeu Perestrelo, e sobrinha da mulher de Cristóvão Colombo. Pais de:

5. D. FRANCISCA XAVIER DE MENEZES DORIA.
C. (1763) c. o primo José Luiz da Rocha Doria (1730–1796). Senhor do engenho “Barbado,” em S. Sebastião do Passé (inv. em S. Francisco do Conde). Casara antes c. D. Isabel de Aragão, sua prima, (1726–1762), filha de Gonçalo Barbosa de Mendonça e de s.m. D. Antonia de Aragão, c.g. Pais de:

6. D. TERESA MARIANA DE MENEZES DORIA.
Ou D. Teresa Sebastiana. N.c. 1785. C.c. (c. 1807) o primo Manuel Joaquim da Costa Doria (c. 1775-após1843), filho de Cristóvão da Costa [Doria] Barbosa (1731-1809) e de sua mulher e prima D. Antonia Luiza de Vasconcellos Doria (1744-1825), srs. do engenho “Ladeira” em S. Gonçalo do Amarante (BA).
  Autor:   Francisco Antonio Doria


  Mais notícias da seção Rio de Janeiro no caderno Nossa história
05/05/2001 - Rio de Janeiro - Também descendemos do Caramuru :)
Descendemos do Caramuru (Diogo Alvares, o galego) através de duas de suas filhas, Genebra Alvares e Apolônia Alvares. A linha através de Apolônia está aqui. ...
05/05/2001 - Rio de Janeiro - Sabia que Cristóvão Colombo também é um tio lá longe?
Colombo era casado com uma madeirense, e os Costas Dorias descendem de duas das irmãs de Filipa Moniz, mulher de Colombo. ...
02/05/2001 - Rio de Janeiro - Um resumo da história...
Resumo da história da família na Bahia. ...



Capa |  "Causos"  |  É parente?  |  Nossa história  |  Origem
Busca em

  
10 Notícias